Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


Ola meus amigos (as) é uma honra ter vocês como Seguidores sejam muito bem vindos..

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

sábado, 7 de maio de 2011

Candidíase - Sintomas, tratamento, medicamento, peniana, no homem




O que é candidíase



A candidíase é uma infecção de qualquer uma das espécies de fungo Candida, das quais a Candida albicans é a mais comum. Candidíase engloba infecções que variam desde superficiais, como afta e vaginite, até doenças sistêmicas potencialmente fatais. As formas mais graves de candidíase são chamadas candidemia e geralmente afetam somente pessoas com sistema imunológico muito enfraquecido, como pacientes com câncer, AIDS e que sofreram transplantes.



Anúncios Google

Paralisia Facial - Recente e tardia Fausto Viterbo, MD, PhD - www.faustoviterbo.com.br

Dr. Gustavo Gouveia - Oncologista do Hospital Daher. Atendimento em diversos convênios. - www.hospitaldaher.com.br

Candalb 60 cáps - Reforça as defesas Contra a candidíase. - www.Super-Smart.eu

Implante Capilar R$ - Acesse agora - com apenas 1 clik Receba 5 orçamentos p/ sua Cirurgia - www.implantecapilaronline.com.br





Sinais e sintomas de candidíase



A maiorias dos casos de candidíase tem tratamento e resultam em complicações mínimas, como vermelhidão, coceira e desconforto. Entretanto, complicações decorrentes de candidíase podem ser graves e até fatais em alguns casos se não forem tratadas.



Em pessoas com sistema imunológico saudável, candidíase é geralmente uma infecção muito localizada. Ela pode afetar pele e mucosas incluindo cavidade oral, faringe, esôfago, trato gastrointestinal, bexiga, vagina e pênis. Candidíase é uma causa muito comum de vaginite e também pode ocorrer nos genitais masculinos (candidíase peniana). Em pessoas com sistema imunológico enfraquecido, candidíase pode afetar o esôfago, tendo possibilidade de ficar sistêmica ocasionando condição médica séria chamada candidemia.



Os sintomas de candidíase podem variar, dependendo da área afetada. Infecções na vagina ou vulva podem causas como sintomas coceira, queimação, feridas, irritação e corrimento vaginal.



Anúncios Google

Tratamento de Efluentes - Aerador,Misturador,Bomba Dosadora, Crepinas,agitador 11-3726-2002/6185 - www.hidrotechsp.com.br

Não consegue engravidar? - Reprodução Humana com excelência Fertilização in-vitro (FIV) - www.medicinareprodutiva.com.br

Apneia do Sono e Ronco 2G - Falta de Desejo e Memória, Cansaço Sono Não Reparador,Boca Seca,Insone - www.DoutorPauloGodoy.com.br

Tratamento Para Memoria? - Melhore Seu Desempenho Mental e Aprendizado R$79,00 até 6x s/Juros - www.FarmaciaTupa.com.br/Rhodiola





Causas da candidíase - Gravidez, flora intestinal, anticoncepcionais orais



Os fungos Candida são comumente presentes em humanos, e seu crescimento é normalmente limitado pelo sistema imunológico e por outros microorganismos, como bactérias, que ocupam os mesmo locais no corpo. Em um estudo com 1.009 mulheres na Nova Zelândia, C. albicans foi isolado na vagina de 19% de mulheres aparentemente saudáveis sem sintomas de candidíase.



Entre as causas do crescimento da população de cândida ocasionando candidíase, está a perturbação da flora vaginal decorrente de uso de produtos na vagina e alterações hormonais ou fisiológicas.



Gravidez e uso de anticoncepcionais orais têm sido reportados como fatores de risco para candidíase. Diabetes mellitus e uso de antibióticos também têm sido relacionados a infecções por fungos. Um sistema imunológico enfraquecido ou em desenvolvimento é outro fator de risco para candidíase. Algumas condições médicas que enfraquecem o sistema imunológico são AIDS, mononucleose, câncer, estresse e deficiências nutricionais.



Causas da candidíase peniana



Na candidíase peniana as causas incluem intercurso sexual com alguém infectado, imunidade baixa, antibióticos e diabetes. Candidíase peniana é bem menos comum do que na vagina, sendo a mulher bem mais afetada do que o homem.



Diagnóstico da candidíase



O diagnóstico da candidíase é feito ou por exame sob microscópio ou através de cultura.



Tratamento e medicamento para candidíase



As espécies de cândida são freqüentemente parte da flora oral e intestinal. Tratamento com medicamento antibiótico pode ocasionar a eliminação de competidores naturais dos fungos, e provocar a piora da candidíase. A candidíase pode ser tratada com medicamentos antimicóticos tópicos, como clotrimazol, nistatina e cetoconazol. Como o C. albicans pode desenvolver resistência ao medicamento antimicótico, infecções recorrentes pode ser tratadas com outros medicamentos anti-fungos.







2 comentários:

  1. Um tempo atrás comecei a sentir muita coceira no pênis e logo depois surgiu uma vermelhidão, um pouco de inchaço e apareceu uma massinha tipo sebo, procurei um urologista e na análise visual dele tratava-se de fungos. Receitou uma pomada chamada Candicort e o comprimido Fluconazol 150ml para fazer tratamento por 7 e 14 dias. Fiz o tratamento e os sintomas melhoraram, mas uma semana após o fim do tratamento os sintomas retornaram. Voltei ao médico e ele pediu para repetir o tratamento, sendo que ocorreu a mesma coisa, os sintomas voltaram.
    Continuei utilizando apenas a pomada e percebi que meu pênis estava diferente, mais embranquecido e após as relações sexuais sentia uma forte ardência como estivesse ferido.
    Decidir procurar outro urologista e expliquei toda a história, ele passou a pomada Baycuten-N e o comprimido Miconal 100mg para usar 7 e 4 dias, entretanto fez um alerta, este tipo de fungos sempre volta, a única solução seria a retirada total da pele que cobria a glande do pênis com a cirurgia chamada de postectomia radical. Falei a ele que eu já tinha feito esta cirurgia quando criança, mas ele explicou que desta vez seria retirada toda a pele que cobria a glande do pênis e que ele ficaria aberto o tempo inteiro evitando a umidade e o surgimento de fungos.
    Utilizei o medicamento que ele receitou por um período, mas parava de usar os sintomas voltavam. Então resolvi retornar para o médico, ele insistiu dizendo que a solução definitiva seria a cirurgia e que outros tipos de tratamento não resolveria totalmente o problema.
    Cheguei a marcar a data da cirurgia, mas fiquei com medo de como ficaria a aparência do meu pênis, então resolvi procurar outro urologista para escutar outra opinião, na consulta ele examinou o pênis e falou que a primeira cirurgia que eu já tinha feito era para ter sido retirado toda a pele, mas que para resolver o problema com os fungos era para eu seguir tais recomendações:

    Durante 15 dias ficar 24 horas com gases amarrada na glande do pênis, impedindo que a pele fechasse;
    Durante estes 15 dias poderia usar qualquer uma das pomadas que os outros médicos já haviam receitados;
    Usar apenas sabonete neutro;
    Mesmo depois dos 15 dias, após urinar deixasse o pênis por um período aberto;
    Lavar e secar sempre o pênis várias vezes ao dia;
    Não ficar muito tempo com roupa molhada;
    Evitar excesso de açúcar;
    Após as relações sexuais ou masturbação, sempre lavar o pênis;
    Usar camisinha.

    Já fazem 6 meses que que comecei a seguir estas orientações, mas não sentir mais a coceira e nem a vermelhidão, apenas o inchaço que as vezes aparece. Como os sintomas quase sumiram, desistir de fazer a cirurgia.

    Então, este é o meu relato do meu problema com fungos no pênis e como conseguir acabar com os sintomas.

    ResponderExcluir
  2. oi!São quantos comprimidos do Fluconazol 150ml por dia e em quantos dias?e o preço?

    ResponderExcluir

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############