fff

fff
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

HISTÓRICO DOS SERVIDORES DA EX SUCAM-FUNASA/MS

HISTÓRICO DOS  SERVIDORES DA EX SUCAM-FUNASA/MS
VEJA A NOSSA HITÓRIA EM FOTO E VIDEO

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Facebook CURTA NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

MOVIMENTO NACIONAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

MOVIMENTO NACIONAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO BRASIL:  PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
CURTA NOSSA PÁGINA NO GRUPOS

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

quarta-feira, 31 de julho de 2013

FBC quer levar Dilma para visitar transposição

FBC quer levar Dilma para visitar transposição



Até junho deste ano, foram gastos R$ 3,4 bilhões com o empreendimento, que é orçado em R$ 8,2 bilhões (Foto: Gilberto Prazeres/Blog da Folha)






























O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB), informou, nesta quarta-feira (31), durante participação do programa “Bom Dia, Ministro”, produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, em parceria com a EBC Serviços, que quer levar a presidente Dilma Rousseff (PT) para visitar as obras de transposição do rio São Francisco. As informações são da Folha de S. Paulo.
“Em setembro queremos levar a presidente para visitar todas as frentes de serviço. Acreditamos que nesse mês, vamos ter mais de 8 mil pessoas mobilizadas e mais de 3 mil equipamentos empregados na obra”, afirmou o auxiliar de Dilma. Segundo Bezerra, há atualmente cerca de 5.800 pessoas trabalhando nas obras, com mais de 2 mil equipamentos.
De acordo com o ministro, até lá, 50% da obra estará concluída. Até junho deste ano, foram gastos R$ 3,4 bilhões com o empreendimento, que é orçado em R$ 8,2 bilhões.
“Estamos entrando na contagem regressiva para a conclusão desse grande empreendimento, que será finalizado em 2015”, declarou o socialista. O projeto foi iniciado pelo ex-presidente Lula (PT) e estava previsto para ser concluído em 2012. No entanto, no balanço de dois anos da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2, o ministro informou que 43% das obras estavam concluídas.
O ministro também avaliou que a seca no Nordeste em 2013 colocou em prova a política de segurança alimentar no Brasil que, segundo ele, foi efetiva e tem de ser intensificada.
Ele afirmou que “apesar de a seca ter sido a mais grave dos últimos 50 anos, foi revelada uma outra cara da seca, pois não tivemos êxodo rural”. Ele completou: “Isso provou que as políticas de compensação de renda que promoveram a inclusão dessa população conseguiram fazer que resistissem. Não passaram fome. Não foi registrado nenhum episódio de saque”.
O ministro ainda afirmou, segundo a publicação, que a perda de safras e de animais evidenciou a necessidade de tratar a agricultura de forma diferenciada no Nordeste, com o objetivo de garantir a alimentação dos animais em períodos de longa estiagem. Para Bezerra, essa questão está sendo contemplada pelo “Plano Safra Semiárido”, que foi anunciado em junho.

Guerra aponta ‘mensalão disfarçado’ nas emendas

Guerra aponta ‘mensalão disfarçado’ nas emendas



Deputado do PSDB vê semelhanças com escândalo (Foto: Laila Santana)














O deputado federal e presidente estadual do PSDB, Sérgio Guerra, afirmou, em entrevista àRádio Folha 96,7 FM, nesta quarta-feira (31), que a intenção da presidente Dilma Rousseff (PT) de liberar emendas parlamentares para estancar crise com o Congresso Nacional soa como um mecanismo disfarçado de compra de apoio legislativo .
“Deputado tem salário. Essa proposta equivale a um mensalão disfarçado”, disparou o deputado tucano. Cada parlamentar tem direito a indicar a destinação de até R$ 13 milhões por ano em ações do Governo Federal.
O deputado federal ainda destacou que a provável aprovação da proposta do Orçamento Impositivo, aquela que obriga o Governo Federal a liberar as emendas parlamentares, pode criar uma falsa impressão de que determinadas benfeitorias são propriedades do autor da indicação.
Atualmente, a liberação das emendas não é obrigatória e o governo vem utilizando essa manobra como moeda de troca nas votações de seu interesse.
Em entrevista à Folha de São Paulo, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB/RN), defensor da proposta, avisou que a votação do texto está marcada para o dia 6 de agosto na comissão especial e, no plenário, dia 7. O governo alega que tornar obrigatória a execução das emendas pode engessar o Orçamento.

Cadoca: economia pode levar Dilma ao fundo do poço

Cadoca: economia pode levar Dilma ao fundo do poço


Deputado faz alerta para nova agenda imposta ao País (Foto:Laila Santana)














“Tudo é possível. O jogo está em aberto”, foram com essas palavras que o deputado federal Carlos Eduardo Cadoca (sem partido) analisou a situação política do País no momento e as condições da presidente Dilma Rousseff (PT) chegar com chances de reeleição em 2014. Em entrevista à Rádio Folha 96,7 FM, o parlamentar destacou que a petista precisa rever várias questões de sua administração, principalmente no que diz respeito aos rumos que o Governo dá a economia. Ponto que, segundo o deputado, pode enterrar as pretensões eleitorais da presidente.
“Se ela [Dilma Rousseff] tomar atitudes corretas, pacificar a base, retomar algumas ações do governo, sobretudo na área econômica, fazer política, ela não está fora do jogo. Com esse comportamento hoje ela vai para o fundo do poço. A presidente precisa ter ousadia e coragem para implementar as mudanças necessárias”, cravou Cadoca.
Contudo, o deputado federal indicou que o jogo eleitoral não pode contaminar a governabilidade. Cadoca observa que a presidente necessita dar resposta, por exemplos, as reclamações ouvidas nas ruas mas olhando fatores da economia externa. “A briga da eleição não pode se sobrepor ao destino do País. Ainda falta um ano e meio de governo e nós estamos vivendo um momento de crise que é grave. Lá fora [nas ruas] a pressão das pessoas é forte, a economia está travava, o dólar lá em cima e pelos estudos e indicações da banca internacional o câmbio vai ficar tendenciado. É preciso pensar na governabilidade”, disse o deputado.
Na corrida para eleições presidenciais, Cadoca acredita que o cenário atual de prováveis candidatos não mude. De todos que estão na mesa, sem esquecer José Serra (PSDB), que corre por fora, o candidato com maior chance de crescimento é o governador Eduardo Campos (PSDB). “Ele está numa posição muito confortável, vem discutindo com bastante cautela, tem os atributos necessários para a disputa e para execução de uma mandato de presidente da República, é jovem, tem carisma, tem liderança, tem trabalho realizado, conteúdo e capacidade de articulação política”, elogiou.
Já Marina Silva (sem partido), acredita o deputado, vai enfrentar dificuldades durante a campanha. “Não é por ela ser evangélica, até porque não é nenhum demérito a pessoa ser evangélica. Eu acho que ela não passe para certos setores da sociedade a consistência, o conteúdo e a capacidade de comandar um país na complexidade como o nosso”, avaliou. “Aécio é um profissional da política, tem história, foi um bom govenador, tem algumas dificuldades que não cabe a mim julgar. Acham que ele não tem vontade e determinação política que Eduardo Campos tem. Isso passa e as pessoas percebem”, complementou sua análise.

Mendonça critica aposta do governo na saúde

No Face, Mendonça critica aposta do governo na saúde


Governo desistiu oficial da extensão do curso de Medicina (Foto: Reprodução/Internet)

Governo desiste de aumentar graduação em medicina

Governo desiste de aumentar graduação em medicina


Agência Brasil (Brasília) – O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, informou hoje (31) que o governo vai alterar a proposta do Programa Mais Médicos de ampliar em dois anos os cursos de graduação em medicina. A ideia era aumentar de seis para oito anos o tempo da graduação, com os dois últimos anos de trabalho no Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo Mercadante, a proposta será levada ao relator da medida provisória que cria o programa, deputado Rogério Carvalho (PT-SE).
Em contrapartida, Mercadante defendeu que, já em 2018, a residência médica se torne obrigatória ao final dos seis anos de graduação para algumas atividades da medicina. Nesse modelo, toda a residência será feita no SUS, e o primeiro ano, obrigatoriamente na atenção básica, urgência e emergência no sistema.
“É evidente que algumas especialidades são mais disputadas, terão exames de seleção. Mas terá vaga para todo estudante de medicina. A partir de 2018, queremos condicionar para algumas atividades da medicina a obrigatoriedade da residência, a exemplo do que ocorre em alguns países”, disse o ministro. De acordo com Mercadante, a decisão foi tomada em discussão com diretores de faculdades, comissão de especialistas e representantes da Associação Brasileira de Educação Médica.
Lançado neste mês, o Programa Mais Médicos desagradou a entidades médicas, que criticaram os dois anos de extensão no curso e a possibilidade de contratação de profissionais com diploma estrangeiro para atuar, durante três anos, na periferia das grandes cidades e em cidades do interior. Ontem (30) e hoje, médicos em todo o país paralisam as atividade em protesto ao Mais Médicos.

Dilma: IDHM mostra avanços no enfrentamento da desigualdade

Dilma: IDHM mostra avanços no enfrentamento da desigualdade



Segundo Dilma, a evolução é muito clara, já que em 1991 menos de 1% dos municípios tinham o IDHM alto ou médio, enquanto em 2010, 74% estão neste nível (Foto: Marcelo Camargo/ABr)


































Agência Brasil (São Paulo) – Durante discurso na cerimônia de repasse de verbas para o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Urbana, hoje (31), na prefeitura de São Paulo, a presidenta Dilma Rousseff comentou os resultados do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), apresentados ontem, e disse que o Brasil, descrito pelo índice, impressiona pelos avanços no enfrentamento da desigualdade.
Segundo Dilma, a evolução é muito clara, já que em 1991 menos de 1% dos municípios tinham o IDHM alto ou médio, enquanto em 2010, 74% estão neste nível de desenvolvimento. “Isso é um ganho absolutamente significativo e mostra uma tendência de crescimento sustentável e constante”.
A presidenta lembrou que os maiores avanços foram registrados nas regiões Norte e Nordeste, diminuindo a desigualdade regional. “Progredimos em todos os itens que compõem o índice, com destaque para a educação com 65% de contribuição. Esta é uma área associada à construção do futuro do nosso país. Não seremos uma nação desenvolvida se o processo não se transformar sistematicamente em uma tendência constante e crescente de melhoria”.
De acordo com os dados do Atlas do Desenvolvimento Humano Brasil 2013, elaborado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, a área da educação teve o maior crescimento relativo no IDHM, com 129% no período de 1991 a 2010. O principal responsável pelo crescimento foi o aumento de 156% no fluxo escolar da população jovem.

ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA FUNASA – ASSEF – JI-PARANA XXVI ENCONTRO DA AMIZADE – 01 a 03 DE AGOSTO 2013

PROGRAMAÇÃO

LOCAL: JI-PARANA. Estrada do Aeroporto 

 PERÍODO: 01 A 03 DE AGOSTO

DIA 01(Quinta feira)
9:00 h – Congresso Técnico
10 as 15:30 h – jogos de mesa
16:00 h – Inicio torneio suíço
19:30 h – Solenidade de Abertura
20:00 h - Palestra Malária e Dengue em Rondônia
20:30 h – Festival nossos talentos
21:30 h – Baile
DIA 02 (sexta feira)
Durante o dia: torneio suíço, mesa, vôlei e maia,
19:00 h Semifinal torneio suíço
21:00 h Informe sindical
21:30 h Baile
DIA 03 (Sábado)
8:00 Natação
8:30 Final torneio suíço
10:30 Cabo de guerra
11:30 h Entrega de premiações
12:30 Encerramento com almoço de confraternização

Importante:
          ·          Se faz necessário a presença de um representante da delegação participante às 9:00 horas do dia 01 para participar do Congresso Técnico, momento que será feito as inscrições e definição das chaves de confronto das modalidades. Logo em seguida serão iniciados os jogos de mesa;


ATENÇÃO PESSOAL:

Como podem ver a programação acima, o tempo esta muito espremido para realizarmos as atividades, uma vez que vamos iniciar na quinta-feira e não quarta como era de costume. Uma outra preocupação, é a expectativa de maior nº de delegações a participarem, o que dificultará executar as atividades em situação regular. Com isso, estou encaminhando como proposta de estendermos a programação para sábado a noite com baile ao final, a qual ficaria da seguinte forma:

NOVA PROGRAMAÇÃO

LOCAL: JI-PARANA
PERIODO: 01 A 03 DE AGOSTO
DIA 01(Quinta feira)
9:00 h – Congresso Técnico
10 as 15:30 h – jogos de mesa
16:00 h – Inicio torneio suíço
19:30 h – Solenidade de Abertura
20:00 h - Palestra Malária e Dengue em Rondônia
20:30 h – Festival nossos talentos
21:30 h – Baile

DIA 02 (sexta feira)
Durante o dia: torneio suíço, vôlei, maia e jogos mesa.
19:00 h Informe sindical
20:00 h Final Festival nossos talentos
21:00 h Baile

DIA 03 (Sábado)
Durante a manhã: finalização jogos de mesa
8:30 as 10:30 Semifinal torneio suíço (02 jogos)
10:30 h Natação
16:00 h Disputa suíço 3º lugar
17:00 h Final suíço
18:00 Cabo de Guerra
19:00 Encerramento com entrega de premiação, jantar e baile


DINHEIRO DO MUNICÍPIO JOGADO NO LIXO

PORTO VELHO RONDONIA BRASIL

DINHEIRO DO MUNICÍPIO JOGADO NO LIXO

Atualizado: há 6 horas · Tiradas em Porto Velho
O Prefeito Dr. Mauro Nazif e toda a sua equipe deveriam estar presos por causa disso, transformaram dinheiro do contribuinte em lixo, esse material esta a vista de todo mundo ali mesmo na BR 364 sentido Acre, ao lado do Caipirão. Muita coisa nova, ainda no plastico esta jogado n tempo, até computadores tem no meio. O monumento em homenagem aos pioneiros de Rondônia que foi retirado do Trevo do Roque para fazerem aquela porcaria que eles um dia chamaram de Viadutos, também está jogada no lixo, Paradas de ônibus que deveriam ser instaladas na cidade, aos montes está no lixo DESCASO COMPLETO - As Fotos são de Homem DO Tempo William
4Curtir ·  ·