Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Faltam professores qualificados no ensino médio

Faltam professores qualificados no ensino médio


Docentes desta etapa lidam com várias turmas, salas cheias e lecionam conteúdos para os quais não se formaram

Cinthia Rodrigues, iG São Paulo
24/02/2011 07:00

A+ A-

Compartilhar: Para ensinar, seria esperado que os professores estivessem entre os profissionais mais bem preparados da sociedade, mas indicadores apontam que isso está longe de acontecer. Décadas de salários baixos e relatos de condições de trabalho inadequadas afastaram da carreira a maioria das pessoas com os melhores desempenhos enquanto estudantes. A falta de atratividade da profissão atinge a educação brasileira como um todo, mas provoca consequências ainda mais sérias no ensino médio, como falta de professores especializados, o tema da quarta reportagem da série especial do iG Educação sobre o fracasso desta etapa.





Leia o restante da série:

A pior etapa da educação do Brasil

Ensino médio afasta alunos da escola

Alunos terminam ensino médio sem aprender

Teste com exemplos de português e matemática

Artigo: país corre risco de não ter professor

Uma pesquisa da Fundação Lemann aponta que 30% dos estudantes que decidem ser professores estavam no grupo dos 5% com as piores notas quando eram alunos. “As pessoas que buscam a carreira são, em geral, de classe baixa e ainda vêem o cargo como ascensão social, mas infelizmente carregam pouca bagagem cultural”, comenta Elizabeth Balbachevsky, pesquisadora participante de grupos internacionais na área de educação para jovens e livre docente pela Universidade de São Paulo.



A falta de preparo é mais preocupante no ensino médio. A complexidade dos conteúdos exigiria profissionais com formações específicas e aprofundadas, mas como as escolas não encontram quantidade suficiente no mercado, salas de aula acabam ficando vazias ou docentes de uma área são improvisados em outras para as quais não têm formação adequada.



A primeira opção é mais comum nas redes públicas. Alan Henrique Meira dos Santos, de 16 anos, estudante do 2º ano do ensino médio na escola estadual Irma Annette Marlene Fernandez de Mello, zona leste de São Paulo, afirma que a falta de aulas por ausência de professor é o maior problema que enfrenta para aprender.



O jovem conta que, no ano passado, não teve aula nenhuma sexta-feira. “De português, trocou o professor três vezes e teve aula no máximo durante dois meses”, afirma, enquanto folheia o caderno na tentativa de lembrar de todas as disciplinas que cursa. “Física, o professor vinha, biologia, faltou só um pouco, e filosofia veio quase metade do ano. Inglês, não teve.”



Na ausência do professor específico, as escolas tentam preencher as aulas com o profissional que tem à disposição. Um relatório de 2009 também da Fundação Lemann mostra que menos de 40% dos professores de física, química, artes e inglês do ensino médio são formados na disciplina que ministram. Mesmo em língua portuguesa e matemática, esse porcentual não passa de 70%.




Salve Educadores do Brasil, vivemos os resultados de um política de educação equivocada, quando aqueles que se encontram no chão da escola e suas entidades não são chamados a participarem de um programa, de uma política de estado nas esferas do poder nacional, estadual e municipal de reconstrução da Educação do país. Indacativo são os resultados de todos os exames que medem a qualidade da aprendizagem, política de gabinete, não responde ao cotidiano das salas de aula deste país. Cabe a sociedade em geral, aos educadores em particular articularem ações políticas para reverter esta situação, não esqueçam da política salarial dos professores em nível nacional e a dos deputados federais e senadores.Tenho 33 turmas, 1308 alunos e é por senama, não me assusto com isso, mas com a falta da democracia interna das redes de ensino, em todos as esferas. Saudações fraternas a todos.




Que absurdo!




Precisamos fazer alguma coisa para combater esta pensamento de que o professor é o culpado pela má qualidade da educação oferecida no Brasil.

Precisamos nos rebelar contra a visão sacerdotal atribuida a nossa profissão aceitando trabalhar em condiçoes adversas, sendo catalizadores no âmbito escolar de tods as mazelas sociais para que não continuemos a ser rotulados com os atributos relacionados na reportagem e pela sociedade.

É preciso que os dirigentes deste país implementem politicas públicas sérias e consistentes para a educação relacionadas a formação e valorização do professor , a infra estrutura das escolas, que garantam a qualidade de ensino e consequentemente a permanência do aluno na escola, alem da resolução dos problemas sociais reproduzidos na esfera educacional e que não são da competência do profissional de educação equacioná-los.

Esse país só vai melhorar quando ninguém quiser mais ser professor , médico e policial


e a sociedade / governo implorar para que haja alguém que aceite exercer essas profissões

SUS sem médicos e gente morrendo

Escolas sem professor nenhum

Ocorrencias policiais sem atendimento

Não adiantam mais greves e reivindicações

Só o caos e a dor para mudar esta cabeça cauterizada da sociedade e do governo

Se não se aprende pelo amor , aprende-se pela dor



Vamos comparar o salário de um politico? Muitos não tem formação alguma, e quantos ganham???


Os Educadores passam 4 anos numa faculdade, mais "dois" numa pós-graduação.

E seu salário? É possível comparar com um salário de politico?

Dedicar toda sua vida em ser professor pra que? Aposentar com um salário de R$ 1.000,00



Gostei da matéria onde aborda assuntos bastante oportuno.


Sou professor de Psicologia, ensinei psicologia na cadeira para graduação de professores de primeiro grau em escola pública me senti bastante desvalorizado
 
 
Sou ainda professor da rede publica de SP, estou sem esperanças, apos 17 anos de profissao e quanto muito de respeito e da qualidade de vida que nao existe!


Cito aqui algumas caracteristicas do profissional do mundo de hj:



- quanto maior a responsabilidade maior o salario, no estado existe o desafio sem remuneraçao sem qualquer base/apoio para estudar e dar continuidade em projetos ja formatados;

- nenhuma consideraçao para com o profissinal, trabalha, trabalha e trabalha, sem direito a FGTS, seguro desemprego, se trabalha em fim de semana nao ganha hora-extra e nem remuneraçao proporcional;

- nao existe comparaçao com profissionais mais bem remunerados no mercado, pq tambem nao temos dinheiro e nem tempo suficientes para realizar tal proeza;

- se fica doente tem de tirar licensas, pois se fica mais de 2 dias doente tem de tirar licensa, coisa que so piora pq quando vai assumir cargo apos o concurso, nao pode pq tirou as tais licensas, la tras;

- nao existe uma qualificaçao continuada, nem HTCP's, tem em que o professor deveria se reciclar e a estrutura da educaçao do estado nao permite que aconteça pela propria burocracia;

- super lotaçao de crianças e de adolescentes na salas de aula;

- bonus para escola que produz de muito pior para um pouco menos pior, ou seja a escola publica que ja tem um nivel de avaliaçao positiva, nao ganha nada pq nao consegue superar a avaliaçao e de seu indice pois todo ano este indice e corrigido para cima, inviabilizando e tornando impossivel atingir a pontuaçao e o professor nao consegue ter o famoso bonus conheço centenas e sei de milhares que nao ganharam nada!

- o povo e induzido pelos milhoes de reais gastos em propagandas no meio televisivo, principalmente;

- PROGRESSÃO CONTINUADA, feito de maneira politica e arbitraria!

- o Estado nao respeita o que esta no papel e na LEI, nao temos REAJUSTE DE SALARIO HA MAIS DE OITO ANOS!

Bem, citei aqui alguns argumentos em termos de remuneraçao, pois - e nao sejamos hipocritas - todos procuramos melhores remuneraçoes, isso mesmo salario, nas melhores profissoes!

Se temos que ser profissionais, nos professores do Brasil, temos que ter melhores condiçoes de trabalho, ninguem trabalha por doaçao! Jogadores de futebol declaram amor incondicional ao time em que esta jogando e mesmo assim quando recebe uma proposta melhor troca de time! Estou querendo dizer que o Professor deve fazer sua melhor escolha, ele deve ter amor em si, para depois doar a seus alunos, deve ter vida social e cultural, deve continuar a estudar com qualidade de vida, pois se isso nao acontecer, em futuro proximo nao teremos professores para o nosso futuro, para os meus e para os seus filhos!

Deputados, politicos, se aposentam depois de 2 mandatos, puxa quanta consideraçao para com eles, e o resto do Brasil?

Se nao tivermos um politica voltada para a realidade e uma cultura do nosso pais, teremos mais gente de fora - estrangeiros, trabalhando aqui e salarios menores para a gente daqui!

So a educaçao pode mudar esta realidade e termos gente qualificada, gerando tecnologia nossa, tendo na populaçao o orgulho de ser brasileiro, e quem sabe de ser um verdadeiro e RECONHECIDO PROFESSOR!

ATE...EU POR EXEMPLO; SOU UMA EX :aluna que sinto falta do ensino correto. tenho dificudades de aprender . SINTO a maior falta de enfrentar uma faculdade ou medo, de naõ saber lidar com isso.Naõ tive um bom ensino, por isso que cobro do meu filho. Ele estuda numa escola particular, quero que ele tenha tudo de bom. principalmente o ensino. obrigada pela atençaõ.




Não faltam professores qualificados. Falta apoio aos profissionais, falta salário adequado, pois cuidamos do futuro dessa nação. Depende de nós que novos médicos, advogados, empresários, arquitetos, engenheiros, possam se formar no futuro. Não dão nenhum valor ao professor, o desrespeito vem do governo, bom baixo salário, salas lotadas, material ruim, dos próprios alunos, com suas birras, mau comportamento, falta de educação, o desrespeito parte também dos pais desses alunos que só colocam os filhos no mundo e não assumem a responsabilidade de lhes dar civilidade. Sou aluna ainda do curso de Pedagogia na PUC e sei que a política pública do nosso país está fora do contexto. Fácil jogar a culpa nos profissionais. A profissão do professor deve voltar a ser nobre, ter o retorno financeiro merecido. A educação é a única forma de mudar o futuro, mas quem se dedica a ela é marginalizado

Você é um daqueles exemplos que a gente vê colocados aquí.


Trabalha na prefeitura e no estado, por ganância, que sendo concursada a senhora ganha o suficiente para se manter apenas na prefeitura e dar uma aula de boa qualidade.

Devia deixar o estado para seus colegas que muitas vêzes não tem nada.

O que tem de professor que não pegou nenhuma aula no estado, ou aqueles temporários que pegaram apenas uma ou duas não é brincadeira.

O Kassab divulgou o quanto ganham os professores da r ede municipal. É um salário melhor que o salário do meu cunhado que é gerente do banco, com a mesma formaçao e trabalha das 9 as 5 ou até as 6 dependendo do dia.

Diz que no estado não tem nada, e ela completa falando mal dos alunos. Se a escola é tão ruim como ela diz então é normal que os alunos fiquem desmotivados.

E ensina na prefeitura ganhando o que ganham, se é de São Paulo, ela devia usar a parte da tarde para preparar aula, para descansar e cuidar da familia, e vai muito da gulosa enganar da escola do estado do outro periodo.

Com essas afirmações, fica muito dificil professor querer ser tratado com respeito, embora o sejam sem que a recíproca seja verdadeira.

Imagino essa professora passando na frente de um monte de bom professor temporário que não conseguiu aulas.

Essa professora vai faltar muito, que se a escola do estado está tão bagunçada, ela falta assina ponto e quem se ferra é o aluno.

Pega mais aula do que pode aguentar so de ganância.

E deve ter seu "colê" no estado, provavelmente conhece as supervisoras e então está tudo certo na hora da atribuiçao.

Dizer que vai faltar professor é uma balela não vai não...

Sempre vamos ter muita gente que gosta e se realiza nessa nobre função de ensinar, o que precisamos é selecionar. parar com a mordomia de muitos em prejuizo dos poucos.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############