Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Governo paga conta de aluguel bilionária em 2014

Portal do Servidor Público do Brasil : http://waldirmadruga.blogspot.com.br/

BSPF     -     27/01/2015  

O pagamento do aluguel não compromete apenas o orçamento das famílias brasileiras. Ele foi responsável por R$ 1,4 bilhão das despesas da União (Executivo, Legislativo e Judiciário) no ano passado. O valor, utilizado para locar salas, prédios, casas e até espaços de festas e eventos, foi 17,5% maior do que 2013, quando foram gastos R$ 1,2 bilhão com aluguéis, em valores correntes. Só a diferença de um ano para o outro, de R$ 212,8 milhões, torna possível a uma família média brasileira – de 3,1 pessoas de acordo com o PNAD 2011 – morar em um apartamento de 80 m2 por 3.635 anos no bairro com aluguel mais caro de São Paulo, o Itaim. Na localidade se paga em média R$ 61 mensais pelo metro quadrado.


Entre os órgãos federais que encabeçam o ranking de locação de imóveis, todos tiveram aumento nas despesas, exceto a Presidência da República, que reduziu 38,9% dos gastos. Em 2014, o órgão desembolsou R$ 81,8 milhões com alugueis, contra R$ 134 milhões em 2013. Como de costume, o Ministério das Relações Exteriores foi o maior inquilino. Para a locação de imóveis das embaixadas, consulados, delegações e escritórios financeiros no exterior, abriu mão de R$ 170,3 milhões no ano passado, o que representa aumento de 8,1% comparado a 2013, quando R$ 157,6 milhões foram gastos. Do valor executado pela Pasta em 2014, o mais alto foi de R$ 5,8 milhões, empregado pela Primeira Comissão Brasileira Demarcadora de Limites para pagar o aluguel do prédio da chancelaria/residência oficial no exterior. 


Os gastos no Itamaraty já estão na mira do governo. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, circular enviada pelo Ministério das Relações Exteriores aos diplomatas adverte que o governo enviará, em janeiro, recursos que só irão cobrir os salários e obrigações trabalhistas dos contratados locais das embaixadas e apenas parte dos pagamentos pendentes de outros meses. O texto ainda apontava que, por causa do corte de gastos, não haverá recursos suficientes para manutenção dos postos (incluindo internet, energia, aquecimento, telefone) e também para aluguéis dos funcionários do Itamaraty no exterior. O Ministério da Fazenda ocupa o segundo lugar do ranking, com despesas que atingiram R$ 149 milhões. 


O montante sinaliza aumento significativo de 19%, já que em 2013 R$ 125,3 milhões foram executados para pagamento de alugueis. A Secretaria da Receita Federal do Brasil foi responsável pelo gasto de R$ 8,4 milhões para locar imóvel para sede em Salvador. Em seguida, o custeio do aluguéis de imóveis que somaram R$ 106,5 milhões realizado pelo Ministério da Educação. A Pasta também apresentou acréscimos na despesa de um ano para o outro, já que em 2013 destinou R$ 96,4 milhões às locações, isto é, alta de 10,5%. Do orçamento executado pela Pasta, o mais caro, de R$ 13,7 milhões, foi pago pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais para alugar o edifício sede da unidade, no Distrito Federal.

Até o fechamento dessa reportagem, os Ministérios da Educação e das Relações Exteriores não haviam retornado às solicitações do Contas Abertas. Já o Ministério da Fazenda informou que no ano de 2014, situações como a criação de novas Procuradorias, em atendimento às exigências do Poder Judiciário, além de casos como uma interdição predial em Manaus, devido à enchente do Rio Negro e um incêndio de grandes proporções ocorrido em Belém, levaram a necessidade de novas locações. Gastos concentrados De todos os gastos da União com locação de imóveis, mais de 56% deles estão concentrados apenas em três unidades federativas do país: Distrito Federal, São Paulo e Rio de Janeiro.


Juntos, eles somam R$ 812,5 milhões. Obviamente, a capital da República, onde apresenta-se a maior parte das matrizes das entidades da administração pública federal, é a unidade a qual mais se destina recursos públicos para pagamento de aluguel. No ano passado, foram R$ 425,3 milhões. A antiga capital, no entanto, fica atrás de São Paulo. Ao estado mais rico do país, foi injetado R$ 245,7 milhões em aluguel de prédios de entidades públicas da federação. No Rio de Janeiro, tal valor foi de R$ 141,5 milhões.

Fonte: Contas Abertas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############