Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

quarta-feira, 20 de março de 2019

Universidades Devem Ser Principais Afetadas Por Extinção De Cargos


O Povo     -     19/03/2019
Decreto | Medida acaba com cargos, funções de confiança e gratificações, mas não deve ter grande impacto nos cofres


A extinção de 21 mil cargos, funções de confiança e gratificações no Executivo federal foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro como medida para enxugamento da máquina pública. Realizada através de decreto no Diário Oficial da União (DOU), a medida traz os quantitativos de cada vaga extinta, mas sem especificar os respectivos ministérios e órgãos que serão afetados.


Contudo, críticos ao decreto afirmam que as principais atingidas devem ser as universidades e institutos federais. Professor de finanças públicas da Universidade de Brasília, Roberto Bocaccio, explica que mais da metade dos casos de vagas extintas devem ser de funções gratificadas, o que deve afetar instituições de ensino.


"São (vagas) com gratificações muito baixas, em geral, com responsabilidades desproporcionais à gratificação", relata. Os adicionais são dados, principalmente, a "funcionários de quadro de carreira, que em tese têm compromisso com a administração", completa.


Segundo ele, a medida pode gerar um desestímulo para ocupação de vagas como, por exemplo, chefias de departamentos ou de cursos, o que prejudicaria a eficiência das instituições de ensino. "Às vezes, o atual governo parece trabalhar contra a educação e contra a cultura", critica.


Em nota, o Ministério da Economia rebateu que "o corte não vai comprometer a prestação de serviços públicos", porque, em paralelo ao decreto anunciado, "estão em curso outras ações de simplificação administrativa, desburocratização e readequação da força de trabalho".


Segundo a pasta, dentre as vagas extintas, serão 159 cargos comissionados e o restante, funções e gratificações técnicas. Contudo, os "percentuais de cortes em cada ministério ainda estão sendo calculados pela área técnica".


Apesar da perspectiva de serem atingidas, as universidades federais cearenses ainda não sabem de que forma isso ocorrerá. A Universidade Federal do Ceará informou que está esperando informações do Ministério da Economia sobre como essas vagas extintas serão distribuídas. Já a Universidade Federal do Cariri explicou que o impacto está sendo avaliado, mas a instituição não deve sofrer alterações. A Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira não retornou as ligações.


O presidente do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior, Antonio Gonçalves, critica que a extinção decretada não alcançou os cargos de livre nomeação. Além disso, ele teme que a medida seja apenas o começo de "uma política de encolhimento. (...) A gente suspeita que isso (extinção de gratificação) pode se ampliar para todos os cargos", projeta.


Embora concorde com a crítica a respeito dos cargos de livre nomeação, o economista Sérgio Melo defende que o ato demonstra uma boa perspectiva em relação a medidas de enxugamento no governo. "Essa redução demonstra a vontade de ter na estrutura o necessário. (Ainda) É muito pequena, é um primeiro passo", considera.


Prazos para extinção das vagas


Imediatamente:


159 cargos


4.941 funções


1.487 gratificações


A partir de 30 de abril:


2.001 gratificações


A partir de 31 de julho:


12.408 funções


4 gratificações


Total:


159 cargos


17.349 funções


3.492 gratificações

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############