Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Governo Planeja Construir Anexos Dos Prédios Da Esplanada


BSPF     -     19/12/2018

O objetivo é reduzir gastos com aluguéis e diminuir despesas


A Secretaria do Patrimônio da União do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (SPU/MP) planeja a construção de cinco anexos dos prédios da Esplanada dos Ministérios. A ideia é concentrar os servidores da União no local, reduzindo, assim, gastos com aluguel de imóveis que consomem cerca de R$ 1,4 bilhão anuais dos cofres federais.


Nos próximos dias, a SPU assinará contrato com a Fundação Oscar Niemeyer para dar andamento à construção dos anexos, conforme previsto no projeto original da região administrativa do governo federal. O contrato autorizará o governo a replicar o projeto para edificação de, pelo menos, outros cinco anexos.


Atualmente dos 17 blocos apenas nove (D, F, G, M, N, L, O, P e R) deles têm anexos construídos. A autorização para o uso do projeto de Oscar Niemeyer na construção do anexo do bloco K foi assinada no último mês de agosto. A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) já está elaborando os projetos complementares de engenharia e de arquitetura para dar início à obra.


“O objetivo é reduzir gastos e diminuir despesas. Todos os projetos que forem necessários serão elaborados sem custo para a União, graças a essa parceria com a Infraero. Ocupando esses espaços e centralizando a gestão na Esplanada, poderemos encerrar vários contratos de locação de imóveis”, explica o secretário do Patrimônio da União, Sidrack Correia.


A estimativa é de que cada anexo tenha a capacidade de abrigar de 1.800 a 2.700 servidores. A replicação do projeto para o anexo do Bloco K, autorizada pela Fundação Oscar Niemeyer em agosto, prevê a cessão por prazo indeterminado e em caráter permanente e o direito de usar e alterar o projeto arquitetônico original, incluindo o túnel suspenso de conexão com o edifício principal. Por essa cessão, o governo pagou R$ 797,6 mil.


As adaptações dos projetos arquitetônicos e de engenharia serão viabilizadas pelo acordo de cooperação técnica firmado entre a SPU e a Infraero. A previsão é de que em seis meses tudo esteja pronto para ser iniciada as obras do anexo do bloco K.


Dos 17 blocos na Esplanada dos Ministérios, nove deles (D,F,G,M,N,L,O,P e R) têm anexos construídos. Os oito demais (A,B,C,E,J,K,Q e U) não têm anexos. Ainda há dois palácios: o da Justiça, que tem um anexo, e o do Itamaraty, que tem dois anexos.


A autorização para a replicação dos demais anexos deve custar R$ 2,5 milhões.


Fonte: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############