Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

domingo, 27 de julho de 2014

Órgãos públicos são orientados sobre postura no período eleitoral

*****PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL*****

Órgãos públicos são orientados sobre postura no período eleitoral

Eleições

Orientações jurídicas em relação às eleições observam o princípio da continuidade dos serviços públicos
por Portal BrasilPublicado21/07/2014 17:26Última modificação21/07/2014 17:32
Até outubro, os reflexos da lei eleitoral nas demandas da Administração Pública estão na pauta das Consultorias Jurídicas situadas na Esplanada dos Ministérios e nas autarquias e fundações públicas federais. O atendimento consiste em observar as condutas vedadas aos agentes públicos no período, com base nas orientações da Advocacia-Geral da União (AGU) com vistas ao respeito à legislação, ao andamento das políticas públicas e à transparência.
Segundo o Advogado-Geral da União substituto, Fernando Luiz Albuquerque, as orientações jurídicas em relação às eleições observam o princípio da continuidade dos serviços públicos. "Deve haver cautela do Poder Público neste período eleitoral, mas é direito do cidadão e dever do Estado manter os serviços públicos e atender as necessidades sociais", destaca.
Neste sentido, a Consultoria-Geral da União (CGU) e a Procuradoria-Geral Federal (PGF) estão difundindo sistematicamente entre os órgãos de consultoria e assessoramento da AGU, que analisam juridicamente os atos e processos administrativos, as normativas relacionadas ao tema.
O Consultor-Geral da União, Arnaldo Godoy, ressalta que há pontos fundamentais para análise das demandas durante a campanha. "Em primeiro lugar, as consultorias da AGU devem atender os ministros, os ministérios, os servidores públicos em geral, sempre tendo como ponto central o mais absoluto respeito à legislação eleitoral", afirma.
Dentro do contexto legal, Godoy aponta que as consultorias da AGU também devem estar atentas ao andamento das políticas públicas. "A legislação eleitoral não trava atuação do Estado. Dentro do rigor da lei, é preciso garantir o andamento das políticas de Estado, especialmente aquelas que estão em andamento e que atendem aos reclames sociais", pondera.
"As consultorias da AGU, nesse contexto de eleições, têm três papéis essenciais: cumprir a lei eleitoral, velar pelo andamento dos programas sociais, e garantir a mais absoluta transparência no processo governamental", conclui Arnaldo Godoy.
Seminários
A Advocacia-Geral da União e a Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom/PR) produziram publicações e normativas para orientar os órgãos federais no período de campanha eleitoral. O uso de bens públicos, redes sociais, sites e portais oficiais, além da suspensão da publicidade institucional, são os principais pontos destacados.
Desde março, foram realizados dois seminários sobre a Cartilha "Condutas Vedadas aos Agentes Públicos em Ano Eleitoral", editada pela AGU em parceria com outros órgãos, reunindo assessores de comunicação e secretários executivos.
A AGU e a Secom/PR também publicaram uma cartilha com perguntas e respostas sobre a temática, uma produção realizada a partir de questionamentos dos participantes dos seminários. As publicações estão disponíveis no site da AGU.
Secom
A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República criou uma área especial em seu sítio na internet para orientar veículos e profissionais neste sentido, a fim de alinhar posturas, condutas e discursos. 
A seção possui cartilha sobre Condutas Vedadas aos Agentes Públicos Federais em Eleições, além de questionário com perguntas e respostas sobre as dúvidas mais frequentes.
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative CommonsCC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############