Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

domingo, 26 de janeiro de 2014

Ministério da Saúde vai implantar, até março, controle de ponto por biometria para servidores de hospitais e institutos federais

Ministério da Saúde vai implantar, até março, controle de ponto por biometria para servidores de hospitais e institutos federais


Djalma Oliveira
Jornal Extra     -     26/01/2014

O Ministério da Saúde vai implantar, até março, o sistema de verificação de presença por meio de impressões digitais para os funcionários dos nove hospitais institutos federais do Rio. Contestada pelos sindicatos da categoria, a medida valerá para os hospitais do Andaraí, de Bonsucesso, da Lagoa, de Ipanema e dos Servidores do Estado, além do Cardoso Fontes. Será implantada também para os institutos nacionais do Câncer (Inca), de Traumato-ortopedia (Into) e de Cardiologia (INC). Pelo menos 11 mil servidores passarão a bater o ponto pelo novo sistema.

A ideia inicial é que a biometria, como o método é conhecido, comece a funcionar em fevereiro, em fase de testes. Nesse período, a novidade seria adotada sem que a verificação atual, por meio da folha de ponto, fosse abandonada. A data limite de março, segundo o ministério, foi determinada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que fez auditorias nas unidades em 2013.

Há 42 anos trabalhando no Hospital Geral de Bonsucesso (HGB), o cardiologista Mauro Edson Gonçalves dos Santos, de 68, faz críticas à adoção da biometria para controlar a presença nos hospitais federais.

Segundo ele, os aparelhos deveriam emitir um comprovante, para o trabalhador ter uma prova de que bateu o ponto, algo que as máquinas já instaladas no HGB não o têm.

Para Mauro Edson, o empregador tem o direito de controlar o ponto.

— Mas o simples fato de a pessoa botar o dedo no leitor não significa que ela vá trabalhar. Para resolver esse problema, é preciso ter chefias mais presentes, que acompanhem o trabalho dos servidores — afirma ele.
Na última sexta-feira, houve uma reunião entre o Ministério da Saúde e os sindicatos de servidores do setor para discutir o novo ponto. A reunião, porém, terminou sem acordo entre as partes.

O Sindicato dos Trabalhadores em Saúde, Previdência Social e Trabalho (Sindsprev) entrou com uma ação na Justiça pedindo para que as máquinas de verificação das digitais passem pela análise de um perito.

— Nem mesmo o Inmetro certificou os equipamentos — diz Julio Cesar Tavares, diretor do Sindsprev.
Presidente do Sindicato dos Médicos, Jorge Darze lembra que, pela natureza do trabalho, o pessoal da Saúde teria dificuldades para bater o ponto pelo novo sistema.

— Se o médico estiver numa cirurgia e passar do horário dele, o que é comum, ele interrompe para bater o ponto? — questionou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############