Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Protesto de servidor é esvaziado


Vera Batista
Correio Braziliense     -     24/09/2015

Com divisão entre as categorias, poucos funcionários públicos saem às ruas. Passeata na Esplanada é cancelada


O congelamento dos reajustes salariais, a suspensão dos concursos públicos e o fim do abono de permanência não foram suficientes para sustentar as manifestações do Dia Nacional de Luta, marcado para ontem, pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe). 


O movimento começou dividido, pois várias carreiras decidiram não participar e aguardar a continuidade das negociações salariais com oMinistério do Planejamento. Assim, não houve o comparecimento em massa de manifestantes que esperavam os organizadores.


Apenas cerca de 200 servidores federais atenderam ao chamado para o ato em frente ao Ministério da Fazenda, em Brasília, por volta das 9h. Grande parte deles eram funcionários administrativos e docentes das universidades, em greve há quase quatro meses pela falta de reajuste salarial. 


A maioria do funcionalismo, no entanto, não paralisou as atividades. Alguns apenas aproveitaram a hora do almoço, ou o café da manhã, para se reunir em assembleia na porta dos órgãos em que trabalham, como aconteceu com os funcionários do Banco Central e com os delegados da Polícia Federal.


A passeata programada para as 10h30, do Ministério da Fazenda ao Ministério do Planejamento, a 500 metros dali, acabou sendo cancelada. Nem mesmo o documento com críticas ao pacote de ajuste fiscal foi protocolado.


Otimista, Sérgio Ronaldo da Silva, secretário-geral da Confederação Nacional dos Servidores Federais (Condsef), destacou que “o recado (ao governo) foi dado”. “Conseguimos demonstrar nossa insatisfação”, afirmou.


Poucos representantes das carreiras de estado estavam presentes. Auditores da Receita Federal e do Ministério do Trabalho fizeram discursos contra o rumo que a equipe econômica está dando à política fiscal.


Fusão


A fusão de ministérios complicou ainda mais a auditoria fiscal do trabalho. Por isso, é importante nos organizarmos para esclarecer à sociedade sobre o que está acontecendo”, reforçou Carlos Silva, diretor do Sindicato Nacional dos Auditores do Trabalho (Sinait).


Para os fiscais federais agropecuários, mais importantes que reajuste são a reestruturação da carreira, a continuação dos concursos públicos e a ascensão por meritrocaria.



“Na última sexta-feira, fomos chamados a uma reunião na qual o representante do Planejamento não conhecia nada sobre a classe. Sequer sabia que estávamos em greve”, reclamou Oscar Rosa, diretor da Anffa, o sindicato da categoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############