Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


Ola meus amigos (as) é uma honra ter vocês como Seguidores sejam muito bem vindos..

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

As esferas global e local

 perspectiva ambiental deve remeter os alunos à reflexão sobre os problemas que

afetam a sua vida, a de sua comunidade, a de seu país e a do planeta. Para que essas

informações os sensibilizem e provoquem o início de um processo de mudança de

comportamento, é preciso que o aprendizado seja significativo, isto é, os alunos possam

estabelecer ligações entre o que aprendem e a sua realidade cotidiana, e o que já co-

Nesse sentido, o ensino deve ser organizado de forma a proporcionar oportunidades

para que os alunos possam utilizar o conhecimento sobre Meio Ambiente para compreender

a sua realidade e atuar nela, por meio do exercício da participação em diferentes instâncias:

nas atividades dentro da própria escola e nos movimentos da comunidade. É essencial

resgatar os vínculos individuais e coletivos com o espaço em que os alunos vivem para que

se construam essas iniciativas, essa mobilização e envolvimento para solucionar problemas.

É possível promover o desenvolvimento da sensibilidade, chamando a atenção para

as inúmeras soluções simples e engenhosas que as formas de vida encontram para sobreviver,

inclusive para seus aspectos estéticos, provocando um pouco o lado da curiosidade que

todos têm; observando e valorizando as iniciativas dos alunos de interagir de modo criativo

e construtivo com os elementos do meio ambiente. Isso acontece quando, por exemplo, os

alunos descobrem sons nos objetos do ambiente, expressam sua emoção por meio da pintura,

poesia, ou fabricam brinquedos com sucata, observam e interferem no caminho das formigas,

descobrem marcos de paisagem entre a casa e a escola, ou ainda utilizam/inventam receitas

para aproveitamento de sobras de alimentos.

Além disso, os professores podem ensinar os alunos a valorizar “produções” de seus

colegas e respeitá-los em sua criação, suas peculiaridades de qualquer natureza (física ou

intelectual), suas raízes culturais, étnicas ou religiosas.

Grande parte dos assuntos significativos para os alunos é relativa à realidade mais

próxima, ou seja, sua comunidade, sua região. Por ser um universo acessível e familiar, a

localidade pode ser um campo de práticas, nas quais o conhecimento adquire significado,

o que é essencial para o exercício da participação. No entanto, por mais localizadas que

sejam, as questões ambientais dizem respeito direta ou indiretamente ao interesse de todo

Para que os alunos possam compreender a complexidade e a amplitude das questões

ambientais, é fundamental oferecer-lhes a maior diversidade possível de experiências, e

contato com diferentes realidades.

Assim, é relevante os professores levarem em conta a importância tanto de trabalhar

com a realidade imediata dos alunos como de valorizar e incentivar o interesse pelo que a

transcende, amplia e até mesmo pode explicá-la, num contexto mais amplo, como o mercado

Além do mais, não é necessário os alunos conhecerem primeiro aquilo que está em

sua realidade mais próxima, e depois o que está além dela. O desastre de uma usina nuclear

do outro lado do mundo, os encantos das ilhas de corais em mares distantes e outras questões

como essas podem ser de interesse para o trabalho na sala de aula.

Em geral, os alunos demonstram curiosidade e vontade de conhecer mais sobre, por

exemplo, os costumes do povo esquimó ou a existência de dinossauros no período pré-

histórico, ou, ainda, o buraco na camada de ozônio e o aquecimento do planeta; na verdade,

em todas as idades pode-se perceber o interesse, a curiosidade por aquilo que não pertence

à realidade imediata. Por meio dessas informações, os alunos podem ampliar seu universo

de conhecimentos e formar a noção de quão amplo é esse universo. Isso evidencia também

a dimensão planetária que ganhou a questão ambiental, na sociedade moderna. Os veículos

de comunicação de massa têm papel decisivo para mostrar essa dimensão.

Na escala local esses problemas ganham significado prático para os alunos, e a seleção

dos conteúdos deve considerar esse fato. Aspectos regionais de relevância devem ser

discutidos com profundidade, pois assim eles poderão, participando de momentos de trocas

de conhecimentos e se envolvendo diretamente com aspectos da realidade local e com a

construção coletiva de projetos atribuir-se o papel de participante e co-responsável. Essa

vivência possibilitará o afloramento de pontos de vista coincidentes e divergentes,

desvendando afinidades e permitindo o debate e o aprendizado do diálogo.

Independentemente da abrangência com que se abordarão as questões, local ou

global, é preciso reforçar a existência de alternativas ambientalmente equilibradas,

saudáveis, diversificadas e desejáveis, diante do degradado ou poluído, para que a

constatação de algum mal não seja seguida de desânimo ou desmobilização, mas da

potencialização das pequenas e importantes contribuições que a escola (entendida como

docentes, alunos e comunidade) pode dar para tornar o ambiente cada vez melhor e os

alunos cada vez mais comprometidos com a vida, a natureza, a melhoria dos ambientes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

****** PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL******