Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

sábado, 11 de maio de 2013

Aumento para mais 81 mil



Bárbara Nascimento
Correio Braziliense - 11/05/2013

 
Depois de sanção da lei na qual está previsto o reajuste a servidores, categorias que aderiram em dezembro passam a receber correção

Depois de cerca de um ano de embate com o governo federal, 81 mil servidores públicos de oito carreiras do Executivo passarão a, enfim, receber em junho o reajuste de 15,8%, parcelado em três vezes — este ano, em 2014 e em 2015. A demora no acesso ao aumento aconteceu porque essas categorias só firmaram acordo com o Ministério do Planejamento em dezembro do ano passado, após o envio da proposta Orçamentária Anual (Ploa) ao Congresso Nacional. Por isso, elas tiveram de aguardar a sanção da Lei nº 12.808, que garante o benefício, pela presidente Dilma Rousseff, o que aconteceu na última quinta-feira.

Os valores das correções, incluindo os retroativos desde janeiro, entrarão no contracheque de maio, que estará disponível no próximo mês. As novas adesões devem causar um impacto aos cofres públicos de quase R$ 3 milhões até 2015. Só em 2013, o gasto total com os aumentos será de R$ 9,8 bilhões. Com esses últimos acordos firmados, 97,5% dos servidores do Executivo— 1,77 milhão de pessoas — garantiram os reajustes, segundo o Ministério do Planejamento.

Entre os que receberão aumento agora, estão os auditores fiscais do trabalho e da Receita Federal, os especialistas do Banco Central, os cargos da Superintendência de Seguros Privados (Susep), carreiras da Comissão de Valores Imobiliários (CVM), analistas e especialistas de infraestrutura, cargos de Reforma e Desenvolvimento Agrário. Parte dessas categorias é considerada a elite do Executivo, os chamados sangues azuis.

No ano passado, após uma paralisação histórica que envolveu 30 órgãos do Executivo, 1,693 milhão de servidores aceitaram o reajuste de 15,8% até 2015. À época, o impacto estimado era de R$ 8,9 bilhões em 2013. Porém garantiram correções maiores os militares (30% em três anos) e os professores universitários (entre 25% e 40% no mesmo período).

De fora
A estimativa é de que aproximadamente 45 mil funcionários públicos não aceitaram a proposta do Palácio do Planalto. Eles são servidores das agências reguladoras, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, do Departamento Nacional de Produção Mineral, peritos federais agrários e agentes, escrivães e papiloscopistas da Polícia Federal.

Segundo o Ministério do Planejamento, “a Mesa Nacional de Negociação Permanente está aberta para discutir com todas as entidades sindicais que representam os servidores públicos federais”. A assessoria de imprensa da pasta afirmou ainda que os trabalhadores que ficaram fora do acordo“não receberão qualquer reajuste em 2013, mas poderão negociar para os próximos anos”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############