Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Reajuste gera polêmica

Vera Batista

Correio Braziliense     -     18/08/2015

Apesar do descontentamento dos servidores do Judiciário, o veto da presidente Dilma Rousseff ao projeto que estabelece reajustes salariais de 53% a 78%, dificilmente será derrubado no Congresso, na avaliação do diretor-geral do Supremo Tribunal Federal (STF), Amarildo Vieira. O motivo é o acordo fechado com o Executivo para que os vencimentos tenham aumento escalonado de 41,47% até 2019. "Diante da conjuntura econômica, os 41,47% são uma vitória", analisou Vieira. "É importante destacar que cada R$ 1 mil de alta no salário provocam impacto de R$ 1,566 bilhão na folha de pagamento", esclareceu.


O montante pode ser ainda maior, porque o Judiciário federal não para de crescer: em 2012, eram 103.500 mil funcionários; agora, são 117.500. "Não creio que o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros, que entende a necessidade de um severo ajuste fiscal, paute a matéria para amanhã (hoje)", disse Vieira. Atualmente, assinalou, um analista judiciário ganha entre R$ 8,2 mil e R$ 13,2 mil (início e fim de carreira) e um técnico, de R$ 5 a R$ 8 mil. Em junho de 2019, o analista passará para R$ 11,7 mil a R$ 18,7 mil e o técnico, para R$ 7,1 mil a R$ 11,3 mil.


Amarildo Vieira lembrou que, com o reajuste acordado, a partir de 2020, o acréscimo na folha de pagamento será de R$ 5,99 bilhões por ano. "Mas até lá, com os aumentos semestrais, o gasto adicional ultrapassará os R$ 14 bilhões".



Outra queixa dos servidores se refere à diferença de tratamento com os ministros dos tribunais - que ganharão 16,38%, à vista, em 2016, ou seja, aumento médio imediato de R$ 3.417 mensais nos contracheques. Os subalternos ficarão com R$ 3,824 até 2019, o que significa ganho médio de R$ 956,09 mensais a cada ano. Os servidores voltarão às ruas, hoje, para pressionar o Congresso. "O acordo com o Executivo sequer repõe as perdas inflacionárias. Continuaremos a luta pela derrubada do veto", destacou Cledo Vieira, coordenador-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário (Fenajufe).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############