Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

sábado, 22 de agosto de 2015

Servidor aumenta pressão e greves por reajuste salarial se espalham

Diário de Pernambuco‎     -     22/08/2015



Cerca de 30 categorias já suspenderam atividades em esferas nacional e estadual


Na reta final da campanha salarial de 2015, os servidores públicos federais aumentam a pressão contra a equipe econômica e a presidente Dilma Rousseff. O governo tem até 31 de agosto para enviar o Projeto de Lei Orçamentária Anual ao Congresso, com a previsão das despesas com a folha de pessoal em 2015. Como o Ministério do Planejamento mantém inalterada a oferta de reajuste de 21,3%, em quatro anos (5,5%, em 2016; 5%, em 2017; 4,7%, em 2018; e 4,5%, em 2019), greves, paralisações pontuais, movimentos de entrega de cargos de chefia e atos de protesto se espalham pelo país.


“Historicamente, a consolidação de conquistas e a manutenção de direitos acontecem com muita resistência, e não será diferente agora”, disse Sérgio Ronaldo, secretário-geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), que representa 80% do funcionalismo. A Condsef recomendou aos servidores da base que reforcem e ampliem os movimentos nos locais de trabalho. Segundo a Confederação, ocorrem protestos em quinze estados e a mobilização tende a crescer.


Além dos servidores do Instituto Nacional do Serviço Social (INSS), em greve desde 7 de julho, cruzaram os braços docentes e administrativos das universidades federais, servidores do Poder Judiciário, e diversas categorias nos ministérios da Fazenda, da Saúde, do Trabalho e da Agricultura. Reforçam o movimento carreiras típicas de Estado. Delegados da Polícia Federal, advogados federais, procuradores do Banco Central, da Previdência e da Fazenda entregaram cargos de chefia.


Na última quarta-feira, auditores da Receita Federal entraram em greve por tempo indeterminado. Auditores do Trabalho cruzam os braços na próxima segunda-feira, quando também auditores do SUS decidem, em assembleia, se suspendem as atividades. A categoria quer a criação de carreira própria, com a remuneração compatível com a AGU e incorporação das gratificações.


De acordo com o Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), na quarta-feira, pararam os analistas de São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. “Porto Alegre, Fortaleza, Belém, Salvador e Brasília se reuniram na porta do BC, com perspectivas de engrossar o movimento”, informou a entidade. O Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait) também divulgou que a categoria vai parar por tempo indeterminado, com entrega de cargos de chefia, a partir de 24 de agosto.


Os peritos federais agrários aprovaram indicativo de greve na semana passada, ação que ainda será submetida à aprovação da categoria. Segundo o sindicato da categoria (SindPFA), as reivindicações de reestruturação da carreira estão na pauta de negociações desde 2008. Na próxima quinta-feira, os servidores prometem fazer muito barulho na Esplanada dos Ministérios. É o dia da Marcha dos Servidores Públicos Federais (SPF), em protesto contra o reajuste linear de 21,3%. O evento é organizado pelo Fórum Nacional das Entidades no Serviço Público Federal.


Braços cruzados


Cresce, a cada dia, o número de categorias que estão em greve ou fazendo paralisações pontuais. Movimento já se espalha por pelo menos quinze estados. Veja os órgãos com maiores adesões


» Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)
» Docentes e administrativos das universidades federais
» Administrativos de hospitais e institutos federais
» Judiciário
» Administrativos do Ministério da Fazenda
» Administrativos da Polícia Rodoviária Federal
» Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra)
» Servidores civis da Marinha do Brasil
» Administrativos da Advocacia-Geral da União (AGU)
» Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama)
» Ministério da Saúde
» Fundação Nacional da Saúde (Funasa)
» Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)
» Instituto Evandro Chagas (IEC)
» Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs)
» Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
» Ministério do Trabalho e Emprego
» Fundação Nacional do Índio (Funai – saúde indígena)
» Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM)
» Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI)
» Superintendência de Administração do Ministério do Planejamento (Samp)
» Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam)
» Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen)


Carreiras de Estado


» Auditores da Receita Federal: parados desde quarta-feira
» Analistas do Banco Central: parados desde quinta-feira
» Auditores do Ministério do Trabalho: cruzam os braços a partir de segunda-feira
» Auditores do SUS: decidem, em assembleia, paralisação a partir de segunda
» Peritos federais agrários: indicativo de greve
» Delegados da Polícia Federal: entregaram cargos de chefia
» Advogados da AGU e procuradores do BC, da Previdência e da Fazenda: entregaram cargos de chefia



Fontes: Sindicatos nacionais, federações e confederações

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############