Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

PORTUÁRIOS CONTESTAM PROPOSTA SALARIAL DA EMBRAPORT


Trabalhadores apresentam dados que contestam proposta salarial da Embraport. Empresa pede mais prazo para negociação

Em reunião, nesta terça-feira (27), no Ministério do Trabalho, o presidente em exercício do Sindicato dos Operários Portuários de Santos (Sintraport), Claudomiro Machado, apresentou dados que contestam a proposta salarial de R$ 1.800 da Empresa Brasileira de Terminais Portuários (Embraport) para vinculação dos avulsos de capatazia. O prazo de negociação, que se encerrava em 31 de agosto, foi estendido até 16 de setembro a pedido da empresa.

O cálculo de remuneração dos trabalhadores avulsos de capatazia, elaborado pela subseção do Dieese na Federação Nacional dos Portuários (FNP), comprova que o valor oferecido pela Embraport está  abaixo do que é praticado em Santos.  Com base na tarifa para contêineres cheios e vazios do acordo de trabalho vigente celebrado entre o Sintraport e a Brasil Terminal Portuário S/A, atualmente, a remuneração do trabalhador avulso de capatazia pode chegar até R$ 4.541,61 por 22 dias trabalhados.

De acordo com o presidente do Sintraport, além de salário digno, o sindicato reivindica que sejam respeitadas as conquistas dos portuários e as características dessa atividade. Os trabalhadores pedem a manutenção da mão de obra avulsa por dois anos com objetivo de que a transição para o vínculo seja feita de maneira menos traumática.

A Embraport pediu que as negociações sejam prolongadas até 16 de setembro para analisar os dados. Até lá o terminal continua operando com mão de obra avulsa.  Na próxima quinta-feira (29), a empresa se reúne com dirigentes do Sintraport em Santos. Para Claudomiro Machado dar continuidade à negociação já é uma vitória.

A expectativa é que até o dia 17 de setembro – quando os trabalhadores e a representantes da empresa se reúnem no Ministério do Trabalho, em Brasília – haja uma solução.

Na tarde de segunda-feira (26), os dirigentes do Sintraport, Claudomiro Machado, Robson Gama e Anderson Santos se reuniram com o presidente da Federação Nacional dos Portuários, Eduardo  Guterra, e técnicos do Dieese que elaboraram os cálculos que subsidiaram a negociação nesta terça.

Entenda

O terminal Embraport começou a operar em julho deste ano. A empresa se negava a operar com avulsos e a negociar com os sindicatos representantes de trabalhadores portuários. Após reunião no dia 31 de julho, em Brasília (DF), com a participação de representantes do governo federal, a empresa concordou em requisitar portuários avulsos por um mês até 31 de agosto. Enquanto isso as negociações deveriam continuar entre as partes e com a participação do governo.

A nova Lei dos Portos (12.815/2013) garante que todo trabalhador portuário será contratado por meio de convenção ou acordo coletivo negociado com os sindicatos portuários, legítimos representantes desses trabalhadores.

Fonte: Comunicação FNP

Brasília, 16h20min

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############