Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

domingo, 16 de dezembro de 2012

Punir servidor envolvido em fraude é a melhor solução

 



O Globo     -     16/12/2012




Especialistas
defendem flexibilização de regras do serviço público


Brasília - Os ministérios do Turismo e do Esporte, que estiveram no centro de escândalos
de corrupção no ano passado, são alguns que apresentaram baixo número de
servidores efetivos nos cargos de assessoramento superior (DAS) e elevado volume
de Tomadas de Contas Especiais (TCEs).


O Esporte, por exemplo, foi proporcionalmente o que teve maior número de TCEs em
2011: 27,38 para cada R$ 1 bilhão executado. E é o segundo com menor número de
servidores de carreira nos cargos de direção e assessoramento superior: 23,2% do
total. No Turismo, são 13,76 TCEs por R$ 1 bilhão executado, e 30,1% de
servidores de carreira em cargos DAS.


Os autores do estudo foram premiados no começo do mês com o prêmio Tesouro
Nacional, um concurso de monografias realizado pela Escola de Administração
Fazendária (Esaf) com o tema "Tópicos Especiais de Finanças Públicas". Eles
analisaram as normas e regras que regem o serviço público e como elas
influenciam a conduta do gestores.


COMO
UM "ALARME DE INCÊNDIO"


Eles observaram que, ao instituir regras mais rígidas para evitar a corrupção, há um
trade-off - jargão usado na economia para dizer que a escolha de uma opção se dá
em detrimento de outra. Assim, um controle maior leva a menos corrupção, mas
também a uma maior inação de gestores que se preocupam com o retorno social de
suas ações. Eles ficam com medo de adotar soluções inovadoras uma vez que elas
podem ser questionadas futuramente.


-
O meu sentimento é de que as pessoas que estão preocupadas com a administração
pública querem controlar os abusos. Então, descobrem que fizeram uma regra que
não deu certo e criam outra. Criam milhões de regras cada vez mais asfixiantes
justamente para tentar coibir todas as possibilidades (de abuso) - avalia o
professor Bugarin.


Mas
o melhor, diz ele, seria investir em um tipo de controle chamado "alarme de
incêndio", ou seja, descobrir o que está errado e punir exemplarmente os
envolvidos.


Os
autores fazem algumas sugestões para que os gestores de carreira fiquem mais
motivados. Propõem, por exemplo, uma possibilidade de ascensão profissional
dentro da carreira e uma flexibilização maior para a atuação do gestor de forma
que o servidor honesto possa inovar sem ficar com medo de ser
punido.


-
Não é um caminho simples, mas, com certeza, melhoraria a qualidade da gestão
pública e do gasto público - admite Bugarin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############