Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

sábado, 22 de setembro de 2012

Funpresp agora é oficial


Funpresp agora é oficial


Jornal
de Brasília     -     22/09/2012





Meta é reduzir o deficit do regime federal, hoje em cerca de R$ 60
bilhões

O
deficit da previdência do setor público federal, que deve atingir R$ 60 bilhões
neste ano, "não será mais o fantasma das contas públicas", afirmou a ministra do
Planejamento, Miriam Belchior. Miriam disse que a Fundação Nacional de
Previdência Complementar do Servidor Públicos (Funpresp) "é um primeiro
passo".


As
próximas etapas para sua constituição são a elaboração do estatuto para a devida
aprovação pelo ente fiscalizador, a Secretaria Nacional de Previdência
Complementar (Previc). Em seguida, virá a nomeação dos conselhos, o que deve
ocorrer ainda em outubro.


Em
novembro, será encaminhado o regulamento do plano de benefícios e os convênios
de adesão. A estimativa é que em fevereiro a Previc autorize o funcionamento do
fundo.


A
Funpresp, criada ontem por meio de decreto da presidente Dilma Rousseff, servirá
para os servidores civis, "responsáveis" por cerca de R$ 35 bilhões do deficit
do regime federal – os demais R$ 25 bilhões do rombo anual são registrados por
pensões pagas a militares inativos. "Começamos a reforma pelos civis, e esta é
nossa prioridade. Vamos por parte.


Depois,
oportunamente, vamos discutir uma reforma para o regime previdenciário dos
militares. Isso ainda não está no nosso radar", disse Miriam
Belchior.


A
fundação, que deve efetivamente começar a operar em fevereiro de 2013, extingue
para os novos servidores o regime previdenciário em vigor atualmente. As
obrigações financeiras da União, com a Funpresp, serão reduzidas
substancialmente no futuro. Hoje, os 953 mil aposentados e pensionistas da União
recebem como benefício previdenciário seu último salário integral, enquanto os
1,1 milhão que estão na ativa devem obter, quando se aposentarem, 80% de seu
último salário.


TRATAMENTO
ISONÔMICO


Com
a Funpresp, o servidor quando se aposentar vai receber, no máximo, o teto do
Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), tal qual um trabalhador da
iniciativa privada. Para receber além do teto do INSS, hoje em R$ 3,9 mil por
mês, o servidor deve contribuir para a Funpresp, que terá aportes da União em
até 8,5% daquilo que o funcionário aplicar no fundo. "Estamos dando aos
servidores federais e aos demais trabalhadores brasileiros um tratamento isonô-
mico", afirmou Miriam.


"A
experiência internacional e dos próprios fundos de pensão brasileiros mostram
que os rendimentos são muito elevados. Isso quer dizer que os benefícios
previdenciários com a Funpresp podem, e provavelmente vão, superar os valores
recebidos hoje", disse a ministra.


Para
Miriam, os recursos que a Funpresp vai acumular no médio prazo vão servir como
uma "importante mola propulsora" de investimentos
produtivos.


O
Poder Judiciário está encarregado de criar seu próprio Funpresp, e, isso deve
ocorrer até o fim de outubro, como prevê a lei sancionada por Dilma em abril. Se
preferir, pode aderir ao do Executivo.


SAIBA
+


A
Funpresp, criada ontem, servirá para os funcionários dos poderes Executivo e
Legislativo, e também para os servidores doMinistério Público (MP) e do Tribunal
de Contas da União (TCU).


Ou
seja, apenas os servidores do Judiciário no setor público federal (doSupremo
Tribunal Federal, Superior Tribunal de Justiça e doConselho Nacional de Justiça)
ficaram fora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############