Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Procurador diz que caso de Lula deve ser analisado só após julgamento

Procurador diz que caso de Lula deve ser analisado só após julgamento


Publicidade

DE BRASÍLIA



O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, chamou de "jogador" o empresário Marcos Valério, operador do mensalão, e disse que vai insistir no pedido de prisão imediata aos réus condenados pelo STF (Supremo Tribunal Federal).



Ao comentar reportagem da revista "Veja" deste fim de semana que traz Valério acusando o ex-presidente Lula de ser o chefe do mensalão, Gurgel afirmou que as "declarações são importantes", mas que só serão examinadas ao final do julgamento e pela primeira instância porque o petista não tem mais foro privilegiado.



O procurador-geral disse que não há qualquer influência dessas informações no julgamento que está em andamento no STF e levantou suspeitas sobre as intenções da fala do empresário, uma vez que ele foi condenado por crime de lavagem de dinheiro, peculato, corrupção ativa.



'Lula nunca esteve com Valério', diz Jaques Wagner

Amigo do ex-presidente Lula diz que Marcos Valério é 'maluco'

Marcos Valério aponta Lula como chefe do mensalão, diz revista

Marcos Valério era o 'pivô' do mensalão, diz a denúncia



Gurgel lembrou indiretamente que Valério mudou várias vezes de versão ao longo dos sete anos de investigação do esquema.



"As declarações dele no momento têm que ser sempre tomadas com cautela. Não se sabe exatamente que tipo de jogo esta sendo feito neste momento. Marcos Valério é uma pessoa que ao longo de todo esse processo deixou muito claro que é jogador", disse.



"A gente tem esse tipo de declaração no momento que aparentemente já se ressente das condenações que já sofreu. A gente precisa tomar muito cuidado", completou.



Para o procurador, as informações ainda não são suficientes para o Ministério Público tomar novas medidas.



"Vamos primeiro aguardar. Por enquanto, temos essa declaração e vamos ver como as coisas se desenrolam. Não acho que seja suficiente, temos que ver, da r mais consistência as declarações", afirmou.



Na avaliação de Gurgel, a prioridade é garantir a conclusão do atual julgamento do mensalão.



"A grande prioridade é a conclusão desse julgamento. Concluído o julgamento a gente vai então examinar esses aspectos. Acho que não é bom não misturar as coisas."



Segundo o procurador, uma eventual investigação sobre a suposta participação do ex-presidente Lula no mensalão será feita pela primeira instância. O próprio STF já rejeitou pedido de réus para incluir o ex-presidente no processo.



"O ex-presidente não detém mais prerrogativa de foro privilegiado. Nós já temos diversos procedimentos no primeiro grau e isso pode ser examinado lá". "Nesse momento, a prioridade e a conclusão do julgamento e depois examinamos isso. Claro que são declarações importantes que devem ser examinadas", reforçou.



Questionado se pretende pedir a entrega de passaporte de réus condenados, Gurgel sustentou que o Ministério Público vai reforçar o pedido de prisão imediata após a conclusão do julgamento e não depois da publicação do resultado.



"Em relação a aqueles réus que tiverem uma decisão condenatória, nada impede que essa decisão [prisão] seja executada imediatamente. É aquilo que eu disse e vou insistir nesse sentido. Nós temos uma decisão da Suprema Corte do país e uma decisão da qual já não caberá recurso com efeito modificativo", disse

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############