Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

Bem vindo ao nosso Portal

Seja bem-vindo ao nosso site!!!


OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

MOTA associação dos Advogados

MOTA associação dos Advogados
MOTA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

sábado, 2 de março de 2013

Estudo da FGV e UFF propõe mudanças no atual sistema dos concursos

 



Pablo Vallejos
O Dia - 01/03/2013
Rio - Estudo feito pela Fundação Getulio Vargas (FGV) Direito Rio e pela Universidade Federal Fluminense (UFF) propõe mudar o atual sistema de concursos públicos do país. Com a iniciativa, as seleções teriam provas somente discursivas e com três processos distintos de avaliação, para três tipos de candidato. A opinião de especialistas em concursos, porém, é de que as propostas são inconstitucionais.

O objetivo do estudo é sugerir soluções para melhorar a qualidade dos servidores, segundo o coordenador da pesquisa, Fernando Fontainha, da FGV Direito Rio. Para isso, a proposta é criar modalidades de seleção para três perfis: jovens recém-formados, profissionais com pelo menos cinco anos na administração público, e trabalhadores com experiência mínima de dez anos no mercado.

ESPECIALISTAS REPROVAM

Para o presidente da Associação Nacional de Apoio e Proteção aos Concursos Públicos (Anpac), Marcelo Portela, a visão do projeto é estritamente acadêmica e isso seria um problema. “Imagine analisar cada uma das provas discursivas de um concurso como o TRT-RJ, que teve 86 mil candidatos no mês passado”, destaca.

O advogado Sergio Camargo, especializado em concursos, afirma que criar processos para diferentes perfis é “antidemocrático”. Sua ex-aluna, Tatiana Crispim, 25, complementa: “Não me sentiria contemplada nesse modelo”.

Segundo Fontainha, da FGV Direito Rio, a versão definitiva do relatório, ele prevê, deve ser divulgada ainda neste semestre, após a análise do Ministério da Justiça.

Necessidade de modernização

Na opinião de especialistas, o estudo elaborado está longe de ser implementado no país. Porém, o atual sistema de concursos públicos precisaria, de fato, passar por “reformulação” e receber “oxigenação”. Com mudanças, é possível alcançar um modelo ainda melhor, dizem.

Essa é a avaliação de Paulo Estrella, diretor da Academia do Concurso, que afirma: “O serviço público, como qualquer instituição, precisa ser sempre repensado”. Segundo ele, houve melhoras consideráveis, por exemplo, no INSS, que ficou mais ágil em pedidos de aposentadoria.

“O atual sistema precisa melhorar, pois não há um regulamento geral”, observa Sérgio Camargo, advogado especializado em concursos. “Está bagunçado e necessita ser lapidado de maneira constitucional e legal para consolidar um sistema mais adequado para o país”, sugere.

CARGOS x CANDIDATOS

Além de acabar com as questões de múltipla escolha, o estudo também propõe modalidades distintas para avaliar a experiência profissional de três perfis: recrutamento acadêmico, para jovens recém-formados; processos para profissionais já inseridos na administração pública há cinco anos; e para quem atua no mercado há dez anos.

UMA NOVA EMPRESA

Na pesquisa da FGV Direito Rio e da UFF, é sugerida a criação de uma empresa pública para gerir os concursos públicos e elaborar os exames de todo o país.

MENOS TENTATIVAS

De olho em quem está realmente preparado, a sugestão do documento é que candidatos não possam se inscrever mais de três vezes em um mesmo concurso. Com isso, os concurseirsos teriam menos chances para tentar a aprovação.

SALÁRIO DO SERVIDOR

No modelo proposto pelo estudo, os salários seriam calculados de outra forma. Seria considerada a complexidade do cargo público almejado. Atualmente, é considerada a formação e competência do profissional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############