Logomarca do portal

Logomarca do portal
Prezado leitor, o Portal do Servidor Publico do Brasil é um BLOG que seleciona e divulga notícias que são publicadas nos jornais e na internet, e que são de interesse dos servidores públicos de todo o Brasil. Todos os artigos e notícias publicados têm caráter meramente informativo e são de responsabilidade de seus autores e fontes, conforme citados nos links ao final de cada texto, não refletindo necessariamente a opinião deste site.

OS DESTEMIDOS GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO

OS DESTEMIDOS  GUARDAS DA EX. SUCAM / FUNASA / MS, CLAMA SOCORRO POR INTOXICAÇÃO
A situação é grave de todos os servidores da ex. Sucam dos Estados de Rondônia,Pará e Acre, que realizaram o exame toxicologicos, foram constatada a presença de compostos nocivos à saúde em níveis alarmantes. VEJA A NOSSA HISTÓRIA CONTEM FOTO E VÍDEO

SINDSEF RO

SINDSEF RO
SINDICATO DOS SERVIDORES PUBLICO DE RONDÔNIA

NOTÌCIAS DA CONDSEF

NOTÌCIAS DA CONDSEF
CONDSEF BRASIL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL

GRUPO DE VENDAS DE IMÓVEL
QUER COMPRAR OU VENDER É AQUI!!

GRUPO OFICIAL DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA

GRUPO OFICIAL  DO PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL: PARTICIPE TÁ NA HORA CERTA
Este Grupo quer reiterar a gratidão e o respeito que sempre dedicam ao serviço público. Respeito expresso no diálogo: faça porte dessa família CURTINDO NOSSO PÁGINA NO FACEBOOK

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...

A VOZ DO POVO NA TRIBUNA TEM PODER...
A VOZ DO POVO NA TRIBUNA

CAPESAUDE/CAPESESP

CAPESAUDE/CAPESESP
FOMULÁRIOS

Fale com a CAPESESP

Fale com a CAPESESP
ATEDIAMENTO VIRTUAR

TRANSIÇÃO DE GOVERNO 2018 2019

SELECIONE SEU IDIOMA AQUI.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

http://circle.adventist.org/files/unaspress/parousia2005013109.pdf


 
A
besta de Apocalipse 17: uma

sugestão

E
kkehardt mueller, D. Min. e Ph.D.


Diretor associado do Biblical Research Institute da Associação Geral da IASD, Silver Spring, Maryland,

EUA


R
esumo:

A ênfase deste artigo se concentra


num estudo teológico e estrutural

do Apocalipse 17, uma seção da literatura

bíblica considerada um


crux teológico.


Precisamente por seu caráter e linguagem

enigmáticos, a besta aqui descrita tem

sugerido uma enorme variedade de alternativas

interpretativas. O autor apresenta

a sugestão que ele considera uma “opção

viável”, uma vez que ela “segue os princípios

de interpretação encontrados nas

próprias Escrituras”.


A
bstract:

This article deals with the


theology and structure of Revelation 17, a

section of the biblical literature considered

a theological


crux. Precisely as a result of


its enigmatic character and language, the

beast described here has generated an enormous

variety of interpretation. The author

presents his interpretative suggestion, which

he considers an “viable option”, since

it “follows principles of interpretation that

are found in Scriptures”.


I
ntrodução


Apocalipse 17 é um dos capítulos mais

difíceis do Novo Testamento e tem recebido

muitas interpretações diferentes.


1 O


presente artigo considera a besta sobre a

qual está montada a prostituta babilônica.

Apocalipse 17:7-8: “O anjo, porém, me

disse: Por que te admiraste? Dir-te-ei o

mistério da mulher e da besta que tem as

sete cabeças e os dez chifres e que leva a

mulher: a besta que viste, era e não é, está

para emergir do abismo e caminha para a

destruição. E aqueles que habitam sobre a

terra, cujos nomes não foram escritos no

Livro da Vida desde a fundação do mundo,

se admirarão, vendo a besta que era e não

é, mas aparecerá.” Informações adicionais

sobre a besta são fornecidas no restante de

Apocalipse 17.


O
s pontos em debate


Antes de estudarmos mais deta-lhadamente

Apocalipse 17, algumas perguntas

básicas precisam ser respondidas: (1) É a

besta que subiu do mar de Apocalipse 13

idêntica à besta de Apocalipse 17 ou a besta

de Apocalipse 17 representa um poder diferente?

(2) Qual é a disposição de tempo da

visão? Descreve João os eventos partindo

de uma perspectiva do primeiro século d.C.,

ou o ponto de referência a ser encontrado é

posterior e João é colocado ali em espírito?

(3) É a descrição da besta de Apocalipse

17:8 – “era e não é, e há de emergir do abismo,

e caminha para a destruição” – paralela

à descrição dos chifres do verso 10, que diz

“caíram cinco, um existe, e o outro ainda

não chegou”, ou estes diferentes estágios

da besta não coincidem diretamente com

a subdivisão das cabeças?


2 (4) Como as


cabeças devem ser interpretadas? Volvernos-

emos brevemente para estas perguntas

e proporemos algumas respostas.

A besta de Apocalipse 17, bem como

as cabeças, têm sido compreendidas diferentemente

por eruditos bíblicos dentro da

Igreja Adventista. O


The Seventh-day Adventist


Bible Commentary



enumera várias


opiniões, mas não é dogmático acerca de

nenhuma delas: (1) Alguns adventistas

sustentam que a fase “era” da besta representa

Roma pagã, a fase “não é”, o

ínterim entre Roma pagã e Roma papal,



http://circle.adventist.org/files/unaspress/parousia2005013109.pdf
 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS A GENTILEZA DOS AUTORES QUE NOS BRINDAM COM OS SEUS PRECIOSOS COMENTÁRIOS.

##############PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL##############